A cura através da constelação familiar

Muitas vezes adotamos sentimentos que não são nossos, e sim de nossos familiares, carregando um peso maior do que nos cabe.

A man with long hair standing in a field of dasies.

O nome Constelação Familiar é algo que causa algumas dúvidas, até mesmo me perguntaram se é uma técnica astrológica ou numerológica. Na verdade, o nome original é Familienausfstelleng que em alemão significa colocação ou representante familiar.
Como os primeiros livros do Bert Hellinger, o criador desta técnica, foram traduzidos para o inglês, o verbo stellen passou para constellate e assim, para o português ficou Constelação.
O que Bert Hellinger nos trouxe de especial é que mais de 50% de nossas emoções são adotadas do nosso sistema familiar e ficamos inconscientes repetindo um padrão até ele se resolver.
O trabalho de Constelacão Familiar é um processo bem pontual. As suas dificuldades, profissionais ou pessoais, são representadas através de símbolos que o terapeuta analisa e assim, consegue mostrar em qual lugar está o problema ou o emaranhamento.
Pode ser em grupo ou individual. Você decide se quer ou não fazer mais vezes, porque no dia que participar da técnica, já terá uma percepção do que está acontecendo com você.
Encontramos, através do constelado e dos representantes familiares, onde está a desordem a ser solucionada e a técnica vai nos dando a ordem para facilitar a reestruturação emocional do participante.
O essencial é descobrir onde se inicia desordem, o ponto onde o trauma se instalou.
As desordens são movimentos interrompidos, são processos repetitivos que estão no inconsciente da nossa família na busca de ser solucionado.
Exemplos desta desordem:
1. Uma jovem bonita e culta que não consegue se relacionar afetivamente. Um trauma na infância ou algo que foi interrompido pelos familiares em relação a ela.
2. Uma pessoa com fobia de viajar de avião enorme, passava mal e suas viagens eram uma tortura. Quando abrimos o sistema familiar desta pessoa, percebemos que seus avós vieram de navio para nosso país e sofreram um grande acidente, e o único sobrevivente familiar foi seu pai.

Essas emoções estão em seu sistema e reverberam em sua vida adulta.
A Constelação Familiar é uma técnica clara e rápida que vai diretamente ao ponto do incômodo pessoal.

Muitas vezes adotamos sentimentos que não são nossos, e sim de nossos familiares, carregando um peso maior do que nos cabe.
Com a técnica da Constelação Familiar podemos alinhar esse movimento desordenado conectando a pessoa aos seus familiares e a ordem em sua vida vai, aos poucos, se restabelecendo.

Gil é psicoterapeuta Junguiano e Constelador familiar. Especializado em terapias energéticas como Reiki, que atuam no equilíbrio da interação do corpo com as emoções e a mente. Consultor de imagem e visagista há 13 anos, seu maior objetivo é unir o conteúdo interno com o externo de forma harmônica. imagemgil@hotmail.com https://www.facebook.com/oscirculosdoamor/