Ano Novo... de novo???

Minha última resolução de ano velho: vou me abrir para novas experiências!

imagemsemuso

Dezembro? Já? Não pode ser!!!. O que aconteceu com o segundo semestre???
Ainda ontem estava tentando tirar o cheiro de maresia da minha rasteirinha de pérolas ultra fashion que usei no Réveillon passado!
Ah, tá certo, a lingerie “para atrair o amor” terminei de pagar faz dois meses…. É, é dezembro mesmo…
Ô meu Deus! De novo? E eu sem ninguém? O que foi? Tá, não sou realmente devota de Iemanjá, mas pulei as sete ondinhas. E pulei alto porque assim dava casualmente um “vislumbre” da minha calcinha La Perla para algum “amor” em potencial. Ok, zero no quesito “classe”, mas, por outro lado, 10 na “evolução” dos feromônios alcoolizados…
Gente, a verdade é que naquela hora descambei geral… até entrei “por pura coincidência” no mar, bem atrás de um grupo só de caras que pareciam bem “inspirados”. Inspirados, exalados e anabolizados…
A cada pulo de onda, eu ia mais pra frente atrás deles, molhando meu vestido – aquele “simplezinho” que custou os olhos da cara. Pulei tão alto e pra frente que fiquei com medo de que alguém me aplaudisse e me atirasse uma sardinha. Tudo isso pra que? Bom, de certa forma eu estava certa… Quando finalmente cheguei perto do grupo, adivinha? Beijos trocados!!! Entre eles…
E ai estava eu, molhada, carente, mas felizmente com uma garrafa de Champagne boa na mão.
Talvez tenha sido isso.
Confesso, a Champagne era boa demais para dividir com Iemanjá. Vamos combinar, tinha tanta gente dando bebida pra ela que eu achei que a prefeitura iria ter que contra-atacar com glicose… Aliás, eu não entendo muito disso, Iemanjá é casada? Casamenteira ou o quê? Não quero desrespeitar ninguém. Pergunto por curiosidade. Vai ver que foi justamente porque eu não sabia que não deu certo.
Minha sorte é que réveillon na praia é mico compartilhado. Senão estaria até agora debaixo do edredom…
Vou confessar… Aquele foi meu primeiro réveillon de separada ou, como eu prefiro pensar, “single again” (muita maratona de Sex and the City no sábado à noite dá nisso…).
Eu já estava psicologicamente preparada para comprar um bichinho de pelúcia, muito chocolate e passar a noite entre olhar os fogos da varanda e tentar arrancar minha gata de dentro do armário quando minha amiga ligou, corrigindo, minha santa e altruísta amiga ligou! “Uma turma alugou uma casa na praia de … para o réveillon” ela disse. Registrei só “turma” e “praia”.
Desespero não só emburrece como ensurdece também. Um ser humano em condições normais perguntaria “que turma?” e “que praia?”.
Em minha defesa, tinha sido um ano difícil e foi um divórcio traumático e, sinceramente, eu ainda estava bem longe do meu estado normal quando disse “Tô dentro” e agradeci entusiasticamente o convite.
A “turma” eram 7 casais, eu e o cara que serviu de inspiração para o comercial da lesma chip.
Era mais um encontro arranjado!!! Pura armação mesmo. Amiga santa… Santa Falsiane, isso sim!… (Aprendi o termo das minhas alunas. Adorei!)
E a praia… Bom, digamos que eu comecei a pular ainda antes de chegar ao mar, que era para desviar de certos detritos que duvido que a Rainha do mar iria curtir…
E agora, quando ainda estou me recuperando, aparece no horizonte mais um réveillon…
Será que esses resorts para singles são legais? Eu vi um anúncio na revista da minha “designer de unha” ( codinome para manicure cara). Será? Deve ser interessante. Pelo menos “single” quer dizer que não vou ter que ficar olhando para todas aquelas famílias felizes e casais apaixonados quando der meia noite. Não custa experimentar! Minha primeira resolução de ano novo, ok, minha última resolução de ano velho: vou me abrir para novas experiências! Capitão Kirk que me aguarde ( se bem que até aquele capitão careca tá valendo…), neste ano irei audaciosamente onde nunca fui antes!
Depois eu conto o que é que deu, tenho que fazer as malas (e ver se ainda entro no tal vestido – com os acessórios certos, ele vai ficar novo em folha, mais ou menos como eu, quando conseguir o “meu acessório certo”. Feliz Ano novo para todas nós!!!

* Imagem Pixabay
** Clique no perfil da autora para visualizar outros textos! Boa leitura!!!

Carla é escritora. Para ela, a vida começa e recomeça quantas vezes forem necessárias, a sua personalidade e o seu senso de humor que ditarão o quão divertida a jornada será.