Cansei. Chega. Desisto.

Chega, cansei. Desisto de tentar consertar o que não tem conserto.

image

Chega, cansei. Desisto de tentar consertar o que não tem conserto.
Pare de me destruir. Chega de listar meus defeitos e erros para justificar os seus.
Não me culpe pela sua incapacidade de pedir desculpas e partir.
Parta.
Vá.
Chega.
Não quero mais sofrer aos poucos. Morrer por etapas.
Mate logo. Atire. Exploda. Nosso amor não aguenta mais essa sua técnica de sufocamento.
Últimos suspiros.
Merecíamos mais. Eu e o enorme amor que já senti por você.
No mínimo compaixão.
No mínimo respeito.
Devolvo pra você as muitas mágoas que me causou. Jogue fora. Não tenho mais espaço pra elas.
Vá embora.
Cansei.
Esgotaram-se as lágrimas, secaram os rios. A banda passou. Ficamos nos dois e nenhum motivo para ficar.
Quero poder assistir você partir. Quero estar de cabeça erguida. Quero não chorar.
Já acabou.
Você perdeu. Eu perdi. Perdemos o que poderíamos ter sido. Ganhamos quem somos. Nada mais de passado. Temos um futuro inteiro pela frente. Caminhos separados. Vidas separadas.
Não tenho vontade de conversar. Nem de entender. Só quero que isso termine logo.
Por que eu cansei de tentar fazer você ficar. Cansei de tentar provar que eu era o que você queria. Ou precisava.
Errei. Não sou.
Sou perfeitamente imperfeita. Não sou normal. Não adiantou tentar me encaixar nos seus moldes.
Pra falar a verdade, não gosto de pessoas que se encaixam.
Pernas, mãos. Apenas eles deveriam se encaixar. E os nossos já não se encaixam há muito tempo.
Então é isso.
Vá embora.
Chega.

 

 

Siga Clara Stark também no facebook.com/sempreclara/

Clara é escritora, divorciada, mãe, apaixonada, feliz. O seu maior prazer é deixar as palavras brincarem na sua cabeça e assumirem o controle. Recomeça todos os dias, se equilibrando em mágoas e amores.