Com que roupa eu vou?

Quantas de nós se preocupam com a roupa que vão vestir no dia seguinte, em alguma ocasião especial, ou naquele momento que saímos do banho atrasadas para o trabalho?

7203339996_f39a2890bb_b

Quantas de nós se preocupam com a roupa que vão vestir no dia seguinte, em alguma ocasião especial, ou naquele momento que saímos do banho atrasadas para o trabalho?

Parece que isso faz parte do cotidiano de quase toda mulher. O que não nos perguntamos é por que fazemos isso, de uma forma quase que automática.

Algumas podem pensar, que ao pegarem a primeira roupa que veem no armário é um sinal de que estão imunes a este questionamento interno. Sinto dizer que não é bem por ai… as razões que nos despertam esta preocupação são bem mais profundas do que nosso olhos podem ver e vão muito além da roupa, elas estão enraizadas em nossas experiências, expectativas, traumas, anseios e por aí vai…

A verdade é que a roupa que vestimos comunica muito mais sobre nós do que nossa razão pode conceber, ela revela traços da nossa personalidade, expressam nossas emoções e muitas vezes não traduzem o que queremos dizer. Isso vai muito além da moda, contempla aspectos psicológicos, comportamentais e até mesmo espirituais, eu diria. A mistura disso tudo tem sido meu objeto de estudo, através da minha vivência pessoal e profissional há alguns anos.

Aqui neste espaço, vamos falar sobre nós mesmas através da roupa que vestimos, do estilo que escolhemos traduzir a nossa essência para o mundo, sempre a partir do nosso interior.

Ah! Deixa eu me apresentar: sou Mariana Iannuzzi, e uma das minhas paixões são as pessoas e tudo o que diz respeito à suas histórias, experiências, comportamento e emoções. E nesta jornada, construí um método de trabalho, a estiloterapia que abarca a psicoterapia, a consultoria de estilo, o coaching, a ayurveda, a cromoterapia, a dança e muito mais. Também descobri que quando nos conectamos com a nossa fonte interna de autoamor, nossa vida fica mais leve e conseguimos ser mais autênticas e verdadeiras conosco e com todos ao nosso redor. Assim, construímos relações mais sinceras baseadas no respeito e na compreensão mútua.

Mas, na prática como que isso tudo funciona? Para começar, quero te convidar a duvidar das suas escolhas automáticas e inconscientes e observa-las mais de perto. Vamos fazer assim, durante uma semana, você vai anotar em algum caderninho ou no próprio celular, o que te fez escolher aquela roupa, qual era a ocasião e como você se sentiu, que tal? Fica tranquila que isso vai levar apenas alguns minutinhos. Vamos juntas nessa? Você vai se surpreender com as descobertas que irá fazer sobre este simples, que não e tão simples assim, ato que praticamos diariamente. Permita-se!

 

Mariana Iannuzzi

oi@marianaiannuzzi.com

 

*Photo credit: Rubbermaid Products via VisualHunt / CC BY

Eu valorizo minha experiência e minha história que somadas às minhas formações (psicologia, consultoria de estilo, coaching, cromoterapia, ayurveda e outras mais) constroem as jornadas de autoconhecimento criativo que facilito, todas inspiradas no autoamor e no despertar da essência como forma de expressão. www.marianaiannuzzi.com