DESABAFO DA LEITORA 35

As quedas e tropeços naquela antiga estrada, só me serviram de aprendizado! Não poderei me culpar por não ter tentando! Fui até onde deu, mas de consciência tranquila sei que ali não era o meu lugar.

14247971_1126431647437658_446024561_o

Então decidi trilhar um novo caminho, motivada por um possível amor.
Não sabia ao certo o que iria encontar pela estrada (a gente nunca sabe, né?…), mas fui! Sem muitas convicções e mergulhando em expectativas me deixei levar… Me entreguei completamente, fiz o que jamais faria em outros tempos, amei e amei muito.
De repente, quando eu menos esperava, ele me soltou a mão, e então eu cai daquela nuvem de fantasias. A queda foi dura, doída, mas me levantei. Até pensei em mudar de direção, mas meu coração ainda persistia em seguir em frente, ele se mostrou arrenpendido, então acreditei que talvez dessa vez seria levada com mais cuidado e talvez um pouco de amor, e lá fui eu!
Um pouco mais a frente me vi sem ele ao meu lado novamente, sofri alguns tropeços… não precisou muito mais pra eu aceitar o quão instável era aquele caminho e que talvez ali eu nunca encontrasse terra firme, que me proporcionasse o mínimo de segurança.
Foi aí que me ergui por completo, olhei pra dentro de mim e pela primeira vez consegui ver o quanto eu tentava me enganar mascarando a realidade. Nunca houve promessas, eu bem quis que houvesse e fossem verdadeiras, mas não!
Também olhei pra trás e vi o quanto eu tinha ido longe, insistindo em um caminho que meu inconsciente sabia que não iria dar em lugar algum e que só me traria sofrimento , mas que o teimoso do coração nunca quis aceitar.
É certo que passei por dias ruins, mas também tive dias bons que me fizeram profundamente feliz enquanto duraram.
Decidi, por fim, a partir de então, fazer minhas escolhas pautadas na razão que já tinha me abandonado lá no início da jornada, recuperei-a e fiz dela minha companheira em busca de um novo destino. Vou continuar em frente, mudei de caminho porque se fez necessário e foi muito bom saber reconhecer a necessidade disso naquele momento.
As quedas e tropeços naquela antiga estrada, só me serviram de aprendizado! Não poderei me culpar por não ter tentando! Fui até onde deu, mas de consciência tranquila sei que ali não era o meu lugar.

O desabafo do leitor é um espaço seu. Chore, xingue, conte sua história. Desabafe! E se não quiser escrever seu nome, não se preocupe. Aqui você pode ser anônimo.