Dores de amor? Hão de passar.

O amor mais bonito é o amor próprio e ninguém é capaz de te amar como você mesma.

persons-girl-person

Tudo o que nos agrega experiência nos faz bem. Faz crescer, faz viver e faz ver a vida sob um novo angulo. Claro que eu gostaria de ter sofrido menos por amor, mas o que posso fazer se sempre que me descubro apaixonada mergulho de cabeça e foda-se o mundo? Os amores vem e vão, alguns deixam marcas, alguns deixam saudades, alguns nos faz querer distancia de amar novamente (mas só enquanto a dor durar).
E daí que alguma idiota disse que você estava acima do peso? Seu cabelo é maravilhoso e você tem peitões. E daí que suas duas melhores amigas estão namorando? Aposto que você se entrega mais quando está com alguém (e aquele namorado da sua amiga loira é um bocado esquisito, né? Onde ela o achou? Na feira?). E daí que sua tia fica perguntando por macho a cada almoço de família? Aposto que ela finge não saber das amantes do marido. Já insinuaram que você é lésbica? Isso é um problema mesmo, da última vez que fizeram isso comigo eu falei que o mundo era bi e causei um mal estar geral na ceia de natal. E olha que eu nem sou.
É claro que se decepcionar é ruim. A gente quer morrer sofrendo e chorando até perder os 70% da água que tem no corpo. É foda, eu sei. Mas todo amor é assim porque se não te faz sofrer não te ensina e só aprendemos quando sentimos com o coração.
Sabe a que isso te ensina? Te ensina a estar com você mesma. A conhecer suas limitações e seus percepções. Se um relacionamento não te dá o que você precisa, ele te mostra o que você não precisa. Te ensina a se bastar e a se querer bem.
Ah, claro que ter o coração partido dói. Dói muito, você vai querer estar morta, vai lembrar de coisas boas e anular as ruins. Vai chorar até ficar desidratada. Mas uma bela manhã essa pessoa não será o seu primeiro pensamento do dia, a dor vai ser menor ao se recordar da história que viveu, e você vai começar a pensar menos no que passou. Até que um lindo dia ensolarado estará disposta a deixar o passado pra traz e partir pra outra.
Quando você consegue estar bem consigo mesma você passa a, de fato, querer alguém por querer e não por precisar. O amor mais bonito é o amor próprio e ninguém é capaz de te amar como você mesma. Se amando, você percebe que estar acompanhado é bom, mas se bastar é melhor. Nunca se esqueça disso.

*Photo via Visualhunt
** Clique no perfil da autora para visualizar mais textos. Boa leitura!

Leva a vida com leveza enquanto tenta ser psicóloga, poetisa e dançarina de valsa. É apaixonada por viagens para todos os destinos, gatos de todas as raças, álcool em todas as doses e homens de todos os tipos.