Eu desisto de você...

Te liberto do seu passado comigo. Você não é mais a lembrança de um grande amor. Pode ir embora. Não é culpa sua. Eu desisto.

desabafos:imagemoriginal:00005

Não é culpa sua. Eu não sei mais quem você é. Desisto da nossa história, de tentar resgatar um mínimo de carinho que tivemos. Uma doçura na sua voz. Um pouco de compreensão com as dores que ainda sinto. Eu desisto.

Eu te demito do cargo de grande amor da minha vida.

Eu tiro de você o peso da minha expectativa de que você seja um cara legal, merecedor do meu orgulho. Eu errei. Você não é. Não é culpa sua.Eu desisti de mim por um tempo também. Enquanto estávamos juntos e eu tentei por tanto tempo ser a mulher que você queria, eu desisti de mim. Não consegui. Falhei.

Não foi culpa sua. Peço desculpas a você. E a mim mesma. Falhei. A verdade é que eu nem deveria ter tentado. Não foi justo alimentar a sua expectativa de que um dia eu pudesse me tornar a mulher perfeita com a qual você sonha.

Eu não posso. Me orgulho de cada um dos meus defeitos. São tantos, né?!
Todos aqueles que você sempre enumerava pra mim. Hoje eu sei que eles são uma parte importante de mim.
Mas agora eu desisto de você.

Do seu amor desisti faz tempo. Da sua companhia e do seu cuidado. Já nem lembro direito. Mas agora desisto de você por inteiro. Desisto das lembranças carinhosas dos tantos e tantos anos que passamos juntos. Desisto dos apelidos fofinhos, dos sorrisos cúmplices e da lembrança do seu cheiro no travesseiro.

Desisto de tudo. Vou deixar que a mágoa apague de vez a saudade que ainda insiste em aparecer em noites frias. Não de você. Mas de quem fomos um dia.

Te liberto do seu passado comigo. Você não é mais a lembrança de um grande amor. Pode ir embora. Não é culpa sua.
Eu desisto.

 

Siga Clara Stark também no facebook.com/sempreclara/

 

 

Clara é escritora, divorciada, mãe, apaixonada, feliz. O seu maior prazer é deixar as palavras brincarem na sua cabeça e assumirem o controle. Recomeça todos os dias, se equilibrando em mágoas e amores.