Você já foi um lugar feliz....

Que estranho pensar que fiz meu ninho num lugar tão duro. Será meu bem, que sempre foi assim?

3594449317_d0223552bc_o

Você já foi um lugar feliz.
Seu corpo era sinônimo de segurança.
Que estranho pensar que fiz meu ninho num lugar tão duro. Será meu bem, que sempre foi assim? Será que foi o tempo que destruiu os alicerces da minha casa? Ou será que fui eu?
Será?
O tempo tem essa coisa esquisita. De melhorar algumas coisas e estragar outras. Sempre com perfeição de golpes contundentes. Na carne. No cerne.
Você já foi um refúgio de calmaria pro meu coração maremoto.
Eu achava que sem você eu não poderia ser feliz. E olha eu aqui. Cantando. Amando. Sorrindo por todos os milímetros dos meus lábios.
Você já foi férias de verão, já foi feriado depois de uma semana cheia. Você já foi festa de fim de ano, com fogos e tudo.
Você foi trégua quando eu fui guerra e, no fim, foi batalha quando eu precisei de paz.
Que estranho pensar o que fizemos da gente, que louco pensar que afinal, não fomos o que poderíamos ser.
E eu perdi minha casa, meu jardim, minha rede na varanda, sem nem sair do lugar.
Mais estranho ainda pensar, meu bem, que logo descobri um lar no meu próprio peito, que logo achei morada na minha liberdade. E não é que essa foi a melhor casa com a qual eu jamais sonhei? Sem paredes, sem teto. Livre. Minha casa tem asas…

 

Siga Clara Stark também no facebook.com/sempreclara/

 

 

*Photo credit: roparedes via Visualhunt / CC BY

**Clique no perfil da autora para visualizar mais textos. Boa leitura!!!

Clara é escritora, divorciada, mãe, apaixonada, feliz. O seu maior prazer é deixar as palavras brincarem na sua cabeça e assumirem o controle. Recomeça todos os dias, se equilibrando em mágoas e amores.