O amor quer renascer em você

Não importa o que tenha lhe ocorrido, eu garanto que existe algo em você que nunca morre. Sua essência é indestrutível. Sua força é indestrutível, e o amor... ah... o amor em você é indestrutível.

mayur-gala-487-unsplash

Fecho os olhos, respiro fundo, e penso em você, que lê agora estas palavras. Não nos conhecemos, mas eu sei que existe um fio luminoso que conecta a todos nós, e é por esse fio que caminho em sua direção, para que minhas palavras não sejam meras folhas soltas ao vento.

Quero que minhas palavras caiam sobre você como uma chuva fininha de luz, que lhe leve ternura, clareie sua mente e afaste a solidão. Peço ajuda ao Universo, para que estas palavras caiam sobre seu momento com muita sutileza, como um véu sagrado que  ajude você a enxergar o que existe além das ilusões, a olhar “para dentro”. Quero que nos saibamos unidas em busca da sabedoria, como faziam as sacerdotisas nos templos sagrados.

Para começar, quero dizer que você é luz.

Eu sei que alguma parte sua sabe disso, e pode reconhecer verdade nestas palavras. Mas às vezes as asperezas da vida nos fazem esquecer. Às vezes nosso coração é ferido, aviltado, quebrado em mil pedaços, e com ele se vai nossa crença na beleza da vida. Somos momentaneamente aprisionados pelo medo, pela desconfiança, pela dor.

Eu sei. Já passei por isso. Já fui quebrada, ferida, humilhada, partida em mil pedaços, e ainda assim, aqui estou, com minha mão estendida em sua direção, confiante de que juntas podemos fazer essa travessia na direção de nossa inteireza.

Não sei em que momento estas palavras chegam a você, mas peço, com humildade, que lhes dê algum crédito. Permita-me ajudar você a se lembrar da sua luz, da sua beleza, da sua verdadeira natureza. Não importa o que tenha lhe ocorrido, eu garanto que existe algo em você que nunca morre. Sua essência é indestrutível. Sua força é indestrutível, e o amor… ah… o amor em você é indestrutível.

Ninguém pode nos dar amor.

Ninguém pode nos roubar o amor.

O amor é a nossa essência, a substância que anima a vida de cada célula de nosso corpo. Não importa o quanto tenhamos sido feridos, enganados ou desrespeitados, o amor estará sempre lá, como uma semente divina, prestes a renascer.

Sabe, eu costumava muito ir a Campos do Jordão, numa região bela e cheia de vida. Certa vez, nas férias de julho, quando cheguei a meu vale sagrado, constatei atônita que uma queimada havia destruído todas as árvores e transformado meu mágico refúgio em um triste campo repleto de árvores retorcidas e cinzas ainda fumegantes. Chorei muito naquele dia. Sofri. Senti raiva. Esbravejei. Tive vontade de jogar uma bomba neste planeta feito de tanta ignorância.

Evitei voltar à região por alguns meses, até que um dia me vi lá novamente. Foi com profunda emoção que constatei a vida renascendo em cada canto. As flores se espalhavam por todos os lados, ocupando, com surpreendente doçura, o lugar da morte.

A vida sempre vence.

Assim somos nós.

Assim é você.

Ouça. Você não é alguém sem poder! Você tem o poder dos rios, das montanhas, das estrelas e das tempestades. Tudo de bom que você deseje criar em sua vida precisa começar nessa percepção.

Se uma queimada lhe sucedeu… Se seus sonhos foram arrancados, se seu jardim foi pisoteado, este é o seu momento de fazer uma escolha muito profunda.  Você precisa voltar a amar a si mesmo. Só quando ama a si mesmo com uma intensidade tal que ilumine cada fibra do seu Ser, você recebe acesso ao seu poder criador. O amor é a força motriz da vida. É o que cria tudo o que existe. É o que suaviza os segundos do relógio, o que se transforma em braços de carne e osso, capazes de acariciar seu cabelo com tanta doçura que tudo em você se derrama como o mel.

Estamos aqui para sermos canais do amor, não importa o que nos ocorra.

Não se deixe enganar. Não leve os dramas da vida tão a sério. Olhe com os olhos da alma e você saberá. Os desafios que vivemos são ilusões, plantados em nossa vida com o intuito de nos fazer crescer. São instrumentos de nossa evolução. Compreender isso é o início do resgate da sua força. De nada adianta permanecermos nesse lugar de não aceitação, de revolta e escuridão.

Claro, num primeiro momento nos desestabilizamos, passamos por esse lugar sombrio, afinal somos “humanos”. Mas que não façamos desse lugar nossa morada. Que atravessemos a sombra, com os olhos fixos numa estrela que guie nosso caminho em direção à luz que somos. Essa é a escolha sábia que pode tornar tudo melhor. Que pode trazer cura para todos nós.

Eu lhe faço um convite.

Vamos nos dar as mãos agora, eu e você,  e sentir nesse toque a força de todas as pessoas que se recusaram a morrer.

Você consegue sentir isso agora? A força de todas as pessoas que se mantiveram vivas, apesar da força destrutiva do fogo? A força da floresta que insiste em renascer? A força das flores que se recusam a fenecer?

Essa força pulsa agora mesmo, em mim e em você.

Cada vez que um de nós atravessa a aspereza da terra em direção à luz do Sol, todos recebemos um impulso e nos aproximamos da luz. O fio que nos conecta é a chave para que nos elevemos juntos.

Sigamos então, de mãos dadas.

Estou feliz por estar aqui com você.

Receba meu carinho.

Patricia Gebrim

Patricia Gebrim já foi dentista. Mudou de rumo, formou-se em psicologia, e em sua caminhada profissional sempre buscou o elo de união entre a psicologia e a espiritualidade. Atende em seu consultório como psicoterapeuta. É também escritora, com diversos livros editados. Dedica-se a escrever com o intuito de favorecer a elevação da consciência de seus leitores, questionando os caminhos condicionados e buscando sempre novos ângulos para a compreensão da vida. Acredita que o pensamento livre e o amor são as forças que podem impulsionar todos nós a uma nova forma de vivermos e nos relacionarmos.