Orgasmo Feminino - Os três passos para a mulher atingir o ponto G

De quem é a culpa da mulher não atingir o ápice do prazer? Do parceiro?

family-1822498_1920

E não é novidade para ninguém ouvir que uma mulher nunca gozou. E as chances dela morrer sem atingir o ponto G são gigantes. Isso porquê, mesmo vivendo em tempos modernos, onde a liberdade sexual é maior, ainda existe muito preconceito com o assunto.

E aí nos perguntamos: de quem é a culpa da mulher não atingir o ápice do prazer? Do parceiro? Para a ginecologista Carolina Ambrogini,  em entrevista ao portal IG, a mulher não tem incentivos durante sua adolescência para explorar a sexualidade e isso atrapalha suas relações.

“É uma falta de conhecimento e de intimidade com o próprio corpo. Isso faz com que ela tenha essa dificuldade de ter sensações prazerosas. Para que aconteça a excitação é preciso sair um pouco do mundo concreto, se deixar levar por essas sensações, fantasias. A culpa, se é que podemos chamar assim, é mais da mulher, acredito eu”, afirmou Carolina.

Pensando em você que faz parte da estatística que nunca atingiu o ponto G, o “Sexualidade e Você” separou 3 dicas que vão ajudar melhorar sua vida sexual:

  • Se descubra: é muito importante que você saiba o que te excita e saiba fantasiar essa situação, por mais bizarra que ela pareça. No momento em que tiver na cama com o seu parceiro, pense, de imediato, no que te provoca tesão ou, dependendo, se ele topar, peça que ele realize sua fantasia. Não é vergonha para ninguém expor o que você gosta, então ouse e mantenha sempre o diálogo com o parceiro para que ambos se satisfaçam.
  • Masturbação: muitas mulheres reclamam nunca terem gozado, mas nunca se masturbaram. Se tocar é uma parte importante da sua vida sexual para que você conheça seu corpo e saiba identificar os movimentos e frequências que te dão prazer. Você pode tanto usar os dedos, como comprar um vibrador e viver uma nova experiência.
  • Conduzir o parceiro: cada pessoa tem uma experiência diferente na cama e, às vezes, o homem acha que o que ele está fazendo está se satisfazendo. Não tenha medo de ser feliz e conduza seu parceiro na cama para que você sinta prazer. Mas lembre-se de não ser egoísta e, junto com os seus desejos, realize os dele também.

Conteúdo originalmente publicado no site Sexualidade & Você.

 

Siga Carla Cecarello nas  redes sociais!!

-Facebook: https://www.facebook.com/carla.cecarello
-Twitter: https://twitter.com/carlacecarello
-Site: http://www.carlacecarello.com.br

-YouTube: youtube.com/sexualidadeevoce

Psicóloga e Sexóloga Mestre em Ciências da Saúde pela UNIFESP Apresentadora de TV (SBT, TV Gazeta e Rede TV) Colunista na Rádio Transamérica Conferencista em todo o Brasil Autora do livro SEXUALmente - Nós Queremos Discutir a Relação Apresentadora do programa Sexualidade e Você no YouTube