Quando der...

Quando a solidão parecer insuportável, dance. Cante. Grite.

youth-active-jump-happy-sunrise-silhouettes-two

Quando der tédio, leia um livro. Ou dois.

Quando a cama parecer grande demais, encha ela de almofadas, ou travesseiros, bichos de pelúcia. Encha de amigos, de filhos, de amantes.

Quando a solidão parecer insuportável, dance. Cante. Grite. Grude no celular, alugue o ouvido de uma amiga, ache um carinha mais novo cheio de tempo livre pra te mandar mensagens. Ache vários carinhas sem tempo a perder mas que adorem perdê-lo com você.

Quando der vontade de voltar ao passado, compre roupas novas.
Troque os móveis de lugar. Jogue a gaveta de lingeries velhas fora, mude a ordem dos quadros, troque as fotos dos porta retratos, o tempero da comida, o lado do colchão.
Pinte uma parede de vermelho. Ou azul.

Quando der saudade, durma. Dirija sem rumo. Escute um pouco de jazz. Compre um tocador de vinil. Vá ao museu. Escreva, sobre a saudade ou a lista de compras da semana.

Se der medo do futuro, corra. Compre uma bicicleta. Planeje o jantar.
Veja a previsão do tempo pra amanhã.O futuro é agora. E não depois.

Quando der vontade de ligar pro ex, transe. Com um amigo, com um estranho.

Ame. Goze. Se entregue. Suor, gritos e orgasmos podem curar crises momentâneas de loucura.

Aprenda a cozinhar. Emagreça. Engorde. Salte de paraquedas. Caminhe no parque. Tire fotos. Viaje sozinha.

Quando as mudanças assustarem muito, compre uma saia bem curta.
Tome um shot de tequila. Corte o cabelo.

Mas quando der vontade de chorar, chore. E quando der vontade de rir, ria. Alto.

Viva! Respire! Ame!
Tudo vai dar certo! Acredite!!!

 

Siga Clara Stark também no facebook.com/sempreclara/

Clara é escritora, divorciada, mãe, apaixonada, feliz. O seu maior prazer é deixar as palavras brincarem na sua cabeça e assumirem o controle. Recomeça todos os dias, se equilibrando em mágoas e amores.