Será que ele vai ligar?

Por que ele não ligou, por que não respondeu? por que mentiu? por que foi embora? por que não me explicou?

1-young-woman-text-messaging-on-street

Adoro sonhar acordada… imaginar ações e reações… Imagino diálogos inteiros, olhares, sorrisos…
Mas e quando esse “sonhar” se transforma em expectativa?… e quando ela se torna uma grande frustração?
De quem é a culpa por não corresponder às minhas expectativas? Será que deveria parar de sonhar pra evitar a decepção?
Detesto não entender o motivo das coisas… a razão pela qual os outros tomam determinadas atitudes é um dos meus maiores fantasmas… vivo em busca de motivos, de entendimentos, de explicações… e nem sempre as coisas devem ser explicadas…

Por que ele não ligou, por que não respondeu? por que mentiu? por que foi embora? por que não me explicou?

Odeio atitudes que não fazem sentido…
Mas acho que não conseguiria viver sem sonhar acordada… Sem reviver emoções e imaginar outras tantas… A decepção, por pior que seja, não consegue ser maior do que o prazer de sonhar…
Essa busca constante por explicações, no entanto, me afasta  ainda mais da paz que se sente ao colocar um ponto final nas coisas dolorosas.  Enquanto não entendo, a dor volta para me assombrar.
E essa aflição que sinto com atitudes que não consigo entender, me faz entrar em outro dilema… Se quero tanto saber por que ele não ligou…. ligo para perguntar? A resposta vale a possível humilhação? O que vence essa guerra? Meu orgulho ou minha angústia?
Sei que não sou a única que perde noites com esses questionamentos. Mulheres esperam o telefone tocar  desde sempre. Talvez ele simplesmente não esteja afim de você. Talvez ele seja tímido. Talvez o cachorro dele realmente comeu o guardanapo onde você anotou seu número. Como saber?
Ligando. Buscando respostas. Mas é muito mais difícil do que eu podia imaginar.
Estou tentando…

Sonhei, imaginei, planejei e esperei…. Não aconteceu. Frustração. Decepção. Busquei explicações… não consegui. Hora de aceitar e seguir em frente… e que venham novos delírios…

Viver  é complicado….

 

Siga Clara Stark também no facebook.com/sempreclara/

Clara é escritora, divorciada, mãe, apaixonada, feliz. O seu maior prazer é deixar as palavras brincarem na sua cabeça e assumirem o controle. Recomeça todos os dias, se equilibrando em mágoas e amores.