sobre a mulher da lua cheia

Nascer com a lua cheia em seu mapa revela muito sobre uma luz natural, a facilidade de associações para garantir seu brilho, sua posição dominante no céu diante da sua energia solar

7596957392_cf4a847717_b
Photo credit: Mara ~earth light~ via Visual Hunt / CC BY-NC-ND

Quando a lua cheia surge reinando o céu, ela revela um aspecto de maior intimidade com o Sol, o que indica uma relação mais clara com a consciência, agora menos obscura.O instinto se coloca a serviço da criação e da humanização. O ciclo da lua-mãe  encontra-se em seu estado mais brilhante, possante, cheia de luz e energia capacidade criativa realizada, a revelação do que estava latente e incubado. Dominante em seu estado natural, sem esforço de ser.

 

A mulher marcada pela Lua Cheia tende a ter um melhor relacionamento com o masculino, é  previsível, confiante e não desperta tantos sonhos ocultos. Está voltada a esfera dos relacionamentos e com isso, é uma doadora de si para garantir o vínculo “mãe-filho”, é acolhedora, palpável. Ela recebe o Sol sem se esquivar dele, como a consciência que ilumina o inconsciente, abrindo-lhe a porta e mostrando o seu lugar, é confortável.

 

A deusa  Deméter, nos diz muito sobre essa mulher,  a mãe  que traz a fertilidade para a terra e para o homens. A capacidade de relacionamento, da frutificação e reprodução já realizada.  Ela rege a prosperidade na vida, consciente de suas transformações. Mas Demeter em determinado momento , quando vê a sua cria Persefone seguir seu destino, recusa-se a aceitar o futuro, e busca prender o presente,  afinal ela é a mãe mantenedora, a que retêm a luz  para a sobrevivência de todos , contrariada torna-se rígida., como impulso de impedir o ciclo de transformação. Aqui ela revela sua sombra de dominação, pois quanto maior sua luz , maior a sua sombra.

Nascer com a lua cheia em seu mapa revela muito sobre uma luz natural, a facilidade de associações para garantir seu brilho, sua posição dominante no céu diante da sua energia solar, aqui o sol, o masculino se curva ao aspecto feminino, único capaz de gerar a vida e lhe concede momentos de atenção, vira seus holofotes assim a natureza feminina, a Lua. Saber transitar por tal potencialidade requer autoconhecimento e muita observação, cabe a você o desafio de desvendar a sua lua.

Você já sabe a posição da sua lua em seu mapa?

Faça seu MAPA ASTRAL! Aproveite o desconto especial para leitoras Exnap.

https://www.facebook.com/despiertacontato/

 

Andrea de Martinez é uma peregrina da Alma, iniciou sua busca desde a infância nas florestas do Uruguay, onde o chamado e a conexão com os elementos da natureza trouxeram-lhe as referências com o Sagrado. Astróloga com foco na Alma, facilitadora em processos de balanceamento energético, organiza workshops de desenvolvimento humano no Santuário das Montanhas Sagradas em Aiuruoca, MG. Mulher da Terra e das Estrelas, sua busca é conectar cada pessoa a sua essência.