Sobre amores não correspondidos...

Dói saber que amamos mais e somos amados menos? Claro.

6211164534_486038206e_b

Ninguém é obrigado a gostar ou a estar com ninguém, e o amor de apenas uma pessoa não torna a relação bem sucedida.
Existem coisas que simplesmente não são pra ser e os motivos pra isso são inúmeros. E por mais que a gente chore, esperneei e grite elas não passarão a ser por causa das nossas lágrimas.
O amor não traz apenas felicidade, muito pelo contrário: quando sentido por apenas uma das partes, ele traz sofrimento. Temos sempre que pensar que o amor só é belo se retribuído e que quem retribui nosso amor faz o possível para que a gente não sofra.
Os amores vem e vão, mas nunca vem em vão, porque, ou nos trazem o que queremos ou nos mostram o que não precisamos.
Dói saber que amamos mais e somos amados menos? Claro. Dói saber que o outro não nos tem como prioridade e brincou com nossos sentimentos? Muito.
Mas essas experiências nos tornam mais fortes, mais brandos e mais espertos pra saber reconhecer e valorizar o “próximo amor”, que chegará quando desencanarmos do de hoje. Por que, quando o amor é recíproco e verdadeiro com alguém, você percebe que todas as lágrimas que derramou pela pessoa errada, foram pra te ensinar a valorizar quem não vai te fazer chorar.

*Photo credit: S o n n e n k i n d . via VisualHunt / CC BY-ND

Leva a vida com leveza enquanto tenta ser psicóloga, poetisa e dançarina de valsa. É apaixonada por viagens para todos os destinos, gatos de todas as raças, álcool em todas as doses e homens de todos os tipos.