Um passo a cada dia.

Como já dizia a canção de Leila Pinheiro, "tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo..." Boa viagem! Fotografe os momentos bons, os aprendizados, as pérolas do caminho e tenha certeza que tudo nessa vida passa, hora ou outra passa...

image

Essa vida está constantemente nos ensinando, e se teimamos, vem algo “bem na cara” pra dizer: “Olha aqui onde você está!” Essa é a verdade do seu ser, do que lá no fundo, ou nem tão profundo assim, você está sentindo. Entenda bem, sentindo e não pensando. E mesmo que você ache que não, petulância nossa as vezes, é isso que a vida está sinalizando em LETRAS GARRAFAIS.
Nessas horas o melhor a fazer é baixar a guarda, largar as armas e ter a paciência, com paz meeeesmo, pra passar por uma recuperaçãozinha. Se você nunca passou por uma recuperação, bem vindo (a). É um período que pode ser interessante ou estressante, você quem vai escolher sabendo ou não disso. E SIM, você escolhe viu? Tudo a gente acaba escolhendo, pela via mais fácil ou tortuosa. Sem dúvida toda viagem tem seu início, meio e fim.
Aproveite a caminhada no durante, os acontecimentos desse período pra sinceramente refletir. Não busque soluções ou fórmulas mirabolantes. Agora você precisa se cuidar! PARAR É A BOLA DA VEZ… Parar de pensar tanto, de se preocupar, de planejar ou procrastinar, de achar que pode tudo e nada te abala, de correr por aí como se o mundo fosse acabar, de pensar que você é insubstituível, e tantas outras coisas que pulam a frente.
Torne sua pausa interessante, mesmo que você tenha que descobrir como fazer isso. Seu olhar pras coisas vai determinar totalmente sua experiência. Se você nunca parou realmente pra pensar ou vivenciar, tá na hora. Deixe a emoção chegar, aquela que vem naquela horinha só sua, mesmo que fechada no banheiro. Sei bem que muitas vezes isso soa até engraçado, porque quando se tem filhos, trabalho, etc, isso pode parecer utopia. Mas sempre há um momento que é só nosso.
E se agora ele não está acontecendo, já é um bom sinal de alerta. Ninguém sobrevive assim, uma hora vem a conta e tenha certeza, você não vai recebê-la com sorriso nem boas vindas.
As peças do jogo estão à disposição, qual vai ser a sua jogada agora? Pare um pouco, desacelere, nem vou dizer pra viajar, ir pra um lugar tranquilo … a verdade é que você já pode ter essa tranquilidade no seu dia a dia. Aprenda como, o que funciona pra você, o que te da prazer, o que te relaxa. Descobrir essas pequenas coisas no dia a dia vão te engrandecer muito, muito mesmo.
Sabe aquela gota de água que faz o copo transbordar? Ela é famosa e todos já uma vez, ou mais de
uma já passamos por isso. E isso não tem nada de natural. Precisamos sim estar mais conectados aquilo que nos alimenta, preenche e engrandece, ao que nos faz evoluir. E não faço menção aqui a títulos, cursos, pós, phd e especializações. Não, isso não traz o que estou dizendo. São coisas muito mais simples e cotidianas, muitas vezes disponíveis gratuitamente, e quantas vezes na sua frente, só dependendo do seu querer. Isso mesmo, mais simples impossível. Tente, experimente, faça de um novo jeito. Podem ser coisas novas também, descobertas sempre só bem vindas. Vale a pena um novo olhar, tudo se revela e muitas situações ganham um novo significado, imprescindível pra uma real mudança. Porque você não está achando que tudo continuará igual, né?
Se tiver pode tirar o cavalinho da chuva. (cadê ela? Pelo menos em Sampa está escassa). Se um fator climático já muda a rotina, imagine uma pausa onde você reavalia um pouco sua trajetória, revê o que anda acontecendo e verifica que precisa realmente de uma mudança. Ok, saber disso é o primeiro passo. O como vem depois, depende um pouco da sua disponibilidade pra averiguar pois é algo que não dá pra terceirizar, ninguém melhor que você pra saber. Claro que pra isso você pode pedir ajuda, aliás, pra muita coisa. Estou a disposição! São momentos únicos e podem ser bem gratificantes, isso em qualquer fase e idade na vida. O primeiro passo é o mais diferente, depois você vai vendo que não é um bicho de sete cabeças, vai perceber o prazer em pequenas conquistas. É uma questão de se abrir pra ver, sentir e viver!
Como já dizia a canção de Leila Pinheiro, “tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo…”
Boa viagem! Fotografe os momentos bons, os aprendizados, as pérolas do caminho e tenha certeza que tudo nessa vida passa, hora ou outra passa…

Leia também: http://www.exnap.com.br/nossa-eu-nunca-fiquei-assim-antes/

Mônica é psicóloga, buscadora, cinéfila, apaixonada pela vida e pela natureza, estudiosa do ser humano e das suas idiossincrasias. monicaloureiro@yahoo.com